Um protótipo do “garfo aromatizante elétrico”, que gera um sabor salgado estimulando a língua com eletricidade, foi anunciado no Japão.

O garfo aromatizante elétrico foi desenvolvido com base na tecnologia de “aromatizante elétrico” que está sendo pesquisada por Hiromi Nakamura no Rekimoto Lab, Iniciativa Interfaculty in Information Studies, da Universidade de Tóquio. É uma aplicação de um “teste elétrico de paladar” usado para julgar se uma célula gustativa de uma língua está viva ou morta. E explora o fato de que a língua fica salgada ou azeda quando a eletricidade é aplicada a ela.

O garfo aromatizante elétrico é direcionado principalmente para aqueles que precisam de uma dieta com baixo teor de sal ou sem sal, como pacientes hipertensos. Desta vez, o protótipo foi preparado para o “No Salt Restaurant”, um projeto para oferecer uma refeição completa sem sal.

O cabo do garfo incorpora bateria recarregável e circuito elétrico. Quando o usuário insere a cabeça do garfo na boca com o alimento enquanto pressiona um botão no cabo, um certo nível de corrente elétrica é aplicado na língua. O grau de salinidade difere dependendo dos hábitos alimentares, idade, etc. Desta vez, três níveis atuais estavam disponíveis. O protótipo custou ¥ 2,000 (aproximadamente US $ 17.7), além do custo de um garfo.

O garfo aromatizante elétrico gera não apenas um sabor salgado, mas também um sabor azedo e metálico. Desta vez, com a ajuda de especialistas em culinária, descobriu-se que temperos como pimenta e alho tornam mais fácil a sensação de sal.

Foto mostrando o garfo aromatizante elétrico

Garfo aromatizante elétrico em uso